terça-feira, 19 de abril de 2011

Rihanna

Eu estou impressionada com você, Rihanna. Você era tão pequena quando te conheci! Chegava de um lugar distante e tinha todas essas idéias e palavras estranhas, mas tinha aquele brilho nos olhos que só se vê em algumas crianças. Lembro da nossa primeira conversa: você estava na minha casa, no corredor, cantando uma música estrangeira. Já então me pareceu que você poderia abraçar o mundo! Suas pernas eram pequenas, mas seus passos ávidos poderiam percorrer qualquer estrada. E você fez com que eu embarcasse numa viagem gostosa, e você me ajudou a abrir um pouco mais minhas asas. Mas quão pouco eu te conhecia então, Rihanna. Eu prometi te mostrar alguns dos meus lugares secretos, mas não voltamos a nos encontrar por muito tempo. Nunca achei que me sentiria assim, como quando te vi de novo, tantos anos mais tarde, e voce estava tão diferente. Você não é mais uma criança, Rihanna. Você sempre foi uma pessoa impressionante, capaz de mudar a vida das pessoas com um olhar, mas agora é como se você pudesse tomá-las para si. Você pode escolher o que quer e o que não quer. As regras e as normas do mundo não te impressionam, como nunca te impressionaram; mas agora você leva seus olhos de criança para guiar as ações de uma adulta. Meus olhos já não conseguem enxergar o que os seus enxergam...

----------------------------

Tenho que admitir que nunca vou terminar este aqui.

2 comentários:

Rafael F. disse...

Gosto bastante do fato deste blog estar acontecendo de novo.

Lobz Wolblood disse...

não entendi muito esse comentário. Na minha cabeça esse blog sempre está acontecendo. Em todo o tempo em que é possível. Hm, talvez eu não tenha nem notado que eu estive desaparecida?