sábado, 16 de abril de 2011

Here's to you

(estou escrevendo por pura inspiração. espero que não saia um lixo)

Here's to you, though you are away
You with your shining cavalry on the hills
Here's to you waiting on the golden field
Knowingly waiting for your glory day
And when you charge with all your primacy
I hope I'll hear the drums of your delight
Here's to you who knows for what you fight
Who's garanteed in your legitimacy

Here's to you, though worlds hold us apart
You in your prideful stance above the men
You who has confidence in what you can
You with a smile, ready for depart
Oh what more lands can you yet long to conquer?
And where more must you sound the drums of war?
Here's to you who always yearns for more
Here's to you who can't stay put no longer

Acho que estou sendo muito influenciada pelo César de Conn Igguldden...

6 comentários:

Rafael F. disse...

de novo você. gosto quando seus textos me fazem sorrir.

Utak disse...

Era pra vestir a carapuça? Bem, vesti, gostei, valeu. Mesmo que não fosse iniciamente pra mim, eu me sinto melhor e mais animado pra enfrentar o mundo com essa cantiga.

Lobz Wolblood disse...

hahaha que bom, Ugo, bom te animar! Mas não sei bem o que me levou a escrever isso, nem pra quem é.

Lobz Wolblood disse...

Interessante sobre escrever esse poema: não apaguei nenhuma linha depois de escrita. Simplesmente fui criando em cima das linhas anteriores, me conformando ao que havia escrito antes.

Utak disse...

Eu costumo fazer assim. Às vezes e volto, ainda no começo era assim...

Chalom disse...

Uau.