sexta-feira, 18 de março de 2011

comentário sobre garotas de pernas peludas

(eu acho que de todos os assuntos pelos quais eu me interesso este talvez seja o menos interessante para os outros. não dá pra ter certeza, já que ninguém nunca comenta nada sobre uma grande parte deles)

Uma coisa curiosa a respeito de deixar as pernas peludas por muito tempo é que aos poucos você começa a notar nitidamente até que ponto essa idéia de que pernas sem pêlos são mais bonitas e atraentes é cultural. O que quero dizer é que aos poucos a gente vai deixando de achar a pele nua mais bonita. Na verdade, ontem eu fiquei algum tempo olhando para minhas canelas, horrorizada com aquela pele branca pelada cheia de pontonhos onde os folículos pilosos ainda existiam sem nada de pêlo por cima. Que coisa esquisita. Parece pele de bebê, e quem em sã consciência quereria ter pele de bebê? Estou dignamente cansada de ser neotênica; por favor, me permitam ser apreciada como uma espécime adulta.

Ás vezes ainda tenho momentos nos quais eu olho pros meus joelhos e penso "AAAAAAHHH! PÊLOS!! O.O!!", e foi por isso que eu raspei as canelas ontem, mas faz algum tempo já que tive que me conformar com o fato de que eu gosto de ter coxas felpudas, gosto tanto que me desagrada tê-las completamente lisas.

Pernas peludas podiam entrar na moda, e aí as pessoas não ficariam reparando tanto, e me enchendo tanto o saco, e eu podia parar de me preocupar com isso. Na verdade, se eu fosse um pouco menos peluda, eu provavelmente já teria abdicado completamente dessa preocupação. Mas é claro que a pessoa que mais vai se incomodar com uma obrigação social é justamente a que é mais obrigada. E não me digam que não é uma obrigação social.

É um pouco mais do que achar que as minhas pernas ficam melhores com pêlos. Estou começando a achar que as outras garotas ficam melhores com pêlos também.

(numa nota vagamente relacionada, continuo pensando a respeito do que o Carlos disse ("eu gosto de garotas peludas" + "eu acho que pêlos são um símbolo de virilidade") e o pensamento dele está fazendo cada vez mais sentido pra mim. Dependendo da sua definição de virilidade, e do aspecto envolvido, não me incomoda você querer suas mulheres viris.)

(eu estou numa vibe de não ver contradição nas coisas hoje, não?)

Enfim, que explodam todas as convenções sociais! Meu cavalo por um pouco mais de liberdade!

4 comentários:

Utak disse...

Eu aceito suas pernas peludas, Má. E digo amis, há muitas coisas a serem conquistadas, many things that are worth fighting for.

Join me, in the dark side of the force... The one trying to change this whole shit.

Hita disse...

Quando tenho preguiça de raspar a perna a solução é usar calça .-.
... meio cotidiano pra mim.
Caso esteja muito calor e eu saiba q vou ter q mostrar as pernas eu arranco todos eles sem dó.
Mas por que causar dor a si mesmo né?

...
Mas ainda tem o fato de ser super terapêutico/ tranquilo/ desestressante, perder uma tarde inteira com uma pinça na perna, arrancando de 1 em 1...

Tito Peçanha Leitão disse...

Eu te apoio incondicionalmente na decisão de não se submeter à obrigação feminina de depilar as pernas.

Acho absolutamente razoável
e adimiravelmente corajoso.

Bia disse...

eu gosto bastante dos assuntos sobre os quais você escreve.