terça-feira, 22 de novembro de 2011

Vocês os outros, vão se fuder e saiam do meu mundo.

Estou meio desanimada hoje. E estou falando aqui porque sei que alguns de vocês são pessoas que eu amo e que me amam também. E eu quero deitar no colo de alguém e chorar e mandar o mundo à merda e virar o Tyler Durden. Eu estava triste porque não fui bem na prova e resolvi me animar na internet mas a internet é um retrato fiel de uma sociedade machista e míope e auto-centrada e escrota. E tem muita gente legal, mas uma parte tão grande da gente legal também é escrota! E ontem um amigo meu teve uma discussão escrota com uma amiga minha e ainda não passou totalmente a vontade de vomitar. E mesmo a meninanãopode que é genial também é míope e fala como se todas as mulheres fossem iguais a ela - é isso que chamam de humor, simplificar e generalizar; por que não fazem humor a respeito do fato de que somos todas diferentes? E o filho do David Thorne que é extremamente engraçado ainda é uma criança mas já acha que gays são nojentos e lésbicas são dahora. E mesmo sabendo que tem toda aquela merda às vezes eu queria ser um homem, porque eu sou muito mulherzinha e eu detesto tudo isso e eu cansei de ser tímida e medrosa e insegura e por que ninguém me pressionou e me obrigou a ser mais macho quando eu era criança mas eu sei que também acho toda essa macheza uma merda de prepotência e agressividade mas eu quero conseguir falar e fazer merda e não me sentir estúpida depois, e ter um apelido escroto qualquer porque no fundo foda-se, eu não quero que esperem de mim que eu seja delicada porque eu não sou, eu quero ser sem-noção, eu quero não ter mêdo de falar a primeira coisa que vem à minha cabeça.

Normalmente eu não uso tanto a palavra "escroto", mas é que ela é uma palavra tão feia e usada com um sentido tão apropriado para descrever todas as coisas horríveis de que eu estou falando. O Flip acha que ser mulher é bom porque ninguém espera que você faça algo da sua vida, mas isso não significa que ser mulher é horrível porque todo mundo espera que você não faça nada da vida?

Ultimamente eu não tenho estado muito afim de ser a pessoa que eu sou. Eu me sinto desconfortável dentro do meu corpo e das minhas atitudes.

Espero que isso queira dizer que eu estou mudando.

2 comentários:

Hita disse...

FODA-SE! \o\
A internet te ajuda a ser outra pessoa. Você pode ser quem quiser. Um homem, uma mulher, uma criança...
Mas isso não te deixa ainda mais agoniada? Você não quer estar no seu próprio corpo, mas estar no de outra pessoa é muito pior, pois nem te reconhecem.
Se voltar para as coisas boas que você gosta em si, e mostras ela pras pessoas, e ver que há pessoas que também gostam disso em ti.
É um caminho (pessoalmente, faço isso cantando. mesmo que de forma incoerente), um caminho possível.
E sei que muitos gostam dos seus textos, suas palavras. Você gosta delas também?

Diogo disse...

Oi, como você deve saber aproximadamente uma vez por ano entro no seu blog.

Bem, o Flip argumenta que viver mulher é jogar no easy, e todo mundo sabe que no easy você ganha menos pontos e menos pontos de honra.

É possível resolver esse problema sem rejeitar sua feminilidade (aliás, não acredito que entrar em conflito com sua feminilidade vá te ajudar de alguma maneira). Existem outros aspectos da vida que definem seu nível de dificuldade. A princípio te parece horrível porque todo mundo espera que você não faça nada da vida, mas por outro lado algumas pessoas, como eu, estão esperando o aparecimento de uma mulher especial.

Uma que não esteja presa aos defeitos de princesa, algo como o que chamam de mulher moderna (http://www.allposters.com/IMAGES/CLASS/194-519.jpg). As pessoas se impressionam com a JKRowling por ser a mulher mais rica da Inglaterra, mas eu me sinto mal pelo fato de em qualquer pais do mundo a mulher mais rica é muito menos rica que o homem mais rico.

Eu admiro mulheres quando elas são a pessoa mais X, e não a mulher mais X. As únicas que eu consigo pensar agora são a Evita e uma quase-anônima que foi multi-campeã de patins no Xgames, e fechou o campeonato feminino e masculino fazendo que só houvesse o misto (que até então não existia).

Enquanto as pessoas não têm expectativas com as mulheres, algumas delas, não sei quantas, tem uma esperança que não cai sobre cada uma delas, mas nelas como um todo, uma expectativa de que do meio delas há de surgir uma que acabe com essa palhaçada toda.

Pronto, agora você poderá jogar no nível ultra-hard se desejar, e ser a pessoa mais X do mundo e esfregar na cara da sociedade que você pode fazer isso sendo mulher. Ou só jogar no hard e fazer a revolução por baixo e não por cima, ou seja, mostrando para as pessoas a sua volta como ser uma pessoa normal, com obrigações normais e conquistas normais. E não uma mulher normal, que espera por homens normal e fofoca normal.

É claro, que nada disso tem a ver com ser bonita. Você pode ganhar o premio nobel e usar decote.
E ser sem noção também não é um caminho sábio, por qualquer pessoa. Seja uma pessoa brutal, e agressiva, mas faça isso com noção e tudo estará ok.
E eu não sei qualé a da sua escrita tão críptica. Apelido escroto? Seu apelido é Loba, e você deveria se orgulhar dele, por que ele quer dizer ser não tímida e não medrosa e não insegura, quer dizer ser uma predadora, e uma inspiração para as fêmeas todas.

Faça seu trabalho direito e o meu mundo vai se tornar um lugar muito melhor.